Sunday, 27 May 2012

[Review Semanal] Moonchild (2003)


MoonChild (2003), interpretado e apresentando como actores, os ídolos Gackt Kamui, Hyde e Wang LeeHom, este filme realizado por Takahisa Zeze satisfaz visualmente em muitos aspectos, apesar de tecnicamente não ser o 'pitch perfect' para os fanáticos das tecnicidades cinematográficas. O filme fala-nos da relação desenvolvida entre Sho (Gackt) e Kei (Hyde). Estamos no ano de 2014, nas ruas de Mallepa, uma cidade chinesa fictícia para onde 'fogem' muitos japoneses devido ao colapso económico ocorrido no seu país. Sho e Shinji (Susumu Terjima) são dois irmãos e juntamente com o amigo de infância Toshi (Taro Yamamoto) os três órfãos que sobrevivem do carteirismo nesta cidade. Num assalto que corre mal para os rapazes, estes são ajudados por Kei, um homem com aspecto de jovem que descobrem ser afinal um vampiro. Passados muitos anos, os dois Kei e Sho mantêm-se juntos e lideram um grupo com o qual continuam a fazer assaltos, com ajuda de pizzas drogadas. Num encontro de gangues, conhecem Son (Wang LeeHom) que foi ao encontro do líder do gang rival por este ter violado a sua irmã Yi-Che (Zeny Kwok). Criam-se laços após a união de Sho e Son, e desde mortes, às infinitas 'gunfights' com todo o 'aw' que só Takahisa sabe trazer ao ecrãn numa mistura de efeitos e trilhas sonoras. Não querendo divulgar a totalidade da sinopse, recomendamos como um filme diferente, com ingredientes cómicos, acção para dar e vender, e momentos que nos tocam cá dentro.

Pessoalmente, e visto que foi apartir deste título que intensifiquei o gosto e aumentei a curiosidade por Gackt, tenho-o como uma história de amor melodramática, com todos os pontos que este género deve ter, traição, desespero, ambição e perda. A diversidade de personagens e personalidades, bem como línguas e locais, traz um misto de curiosidade com confusão. O fim pode parecer para muitos ingrato, mas ao interiorizar a história entre as duas personagens desde o ínicio do filme, entende-se o porquê e até se chega a sentir felicidade pelo triunfo final.

Aqui fica o trailer para vos despertar ainda mais a curiosidade!




2 comments:

Dark Isis said...

Para quem já viu este filme várias vezes como tu viste, devias de saber que os únicos irmãos são o Sho e o Shinji. Mas os três são órfãos, se preferires assim. E só naquela, a fase sobre só o Takahisa podia fazer algo assim, é um pouco exagerada pois este foi o 1º filme não pornográfico que ele fez, portanto é um pouco estranho dizeres isso, a não ser que já tenhas visto outros filmes dele.

JinHee said...

Dark_Isis tens razão, foi por lapso que diz os três irmãos, a frase era os três orfãos. Vamos emendar esse lapso. No entanto, a frase do Takahisa, o que queremos dizer não é que SÓ ele poderia fazer algo assim porque o faz sempre, mas sim porque devido à sua visão, talento e perspectiva, é mais que apropriado a ser ele a fazer este filme com o Gackt visto que o Gackt teve imensa influência como sabes em todos os aspectos do filme.

Post a Comment